Como gerar valor para o cliente? Aprenda as principais dicas!

Toda empresa tem dois objetivos: fazer e reter clientes, de maneira rentável. Desse modo, pode obter desempenho superior aos rivais, além de garantir que o negócio se sustente no mercado por longo prazo. Para tanto, é necessário saber como gerar valor aos clientes.

Na venda de ferro e aço, por exemplo, há diversas formas de somar valor: atender bem é uma das principais, criar uma boa experiência de compra é outra possibilidade. Quanto mais agregar valor, mais fácil será vender, obter boas margens e fidelizar o comprador.

Nos tópicos seguintes, nos aprofundamos na temática. Apresentamos 4 dicas para gerar valor para os clientes, de maneira fácil e acertada. Por esse motivo, continue a leitura!

Encante no atendimento

Atender bem é uma obrigação, encantar é um diferencial. Infelizmente, boa parte das empresas falham terrivelmente nos dois pontos. Estima-se que 86% dos clientes migram para a concorrência por conta da insatisfação com o atendimento, o que custa caro.

Para encantar, não meça esforços para atender a demanda do cliente. Seja ágil, atencioso, solícito e leve. Evite um tratamento rígido, formal, mas também tenha cuidado para não ser “descolado” demais. É preciso encontrar um meio-termo capaz de encantar o seu cliente.

Arquitete uma ótima experiência

A experiência do cliente começa quando ele está estacionando o carro para entrar em sua loja e termina no pós-venda, quando ele testa o produto adquirido. Cada um desses pontos de contato conta muito para gerar uma boa experiência, logo, devem ser bem aproveitados.

Guia de recrutamento de funcionáriosPowered by Rock Convert

Para tanto, em uma folha, escreva cada ponto de contato com o cliente. Os momentos em que ele, consumidor, tem contato com o seu estabelecimento. Depois, avalie como cada um desses pontos podem ser aprimorados, no intuito de criar uma experiência satisfatória.

Conheça muito dos produtos vendidos

Outra dica importante é: conheça o produto que está vendendo. Tente ir além do rotineiro, que é explicar a utilidade e o preço do produto, para demonstrar um conhecimento mais profundo: o que diferencia esse produto? De onde ele vem? Qual seu melhor uso possível?

Ao vender um vergalhão, explique o que o diferencia de outros modelos, para que obra ele é recomendado, qual sua classificação nos órgãos de controle e quem é seu fornecedor. Dessa maneira, além de demonstrar conhecimento aprofundado, vai poder agregar valor ao produto.

Conte com produtos de qualidade

Por fim, conte com produtos de qualidade. É mais fácil agregar valor aos produtos que são realmente bons e que não vão prejudicar o público-alvo. Na hora da venda, explique que o produto é superior, mais resistente e adequado para o trabalho que está sendo feito.

Como pode observar, são dicas simples e que podem fazer muita diferença. Comece por atender bem — muito bem! —, depois aproveite para pensar na melhoria dos pontos de contato. Conheça profundamente os produtos que está vendendo e ofereça boas explicações aos clientes e, ainda, conte com produtos de qualidade. Logo, poderá agregar valor ao cliente.

E aí, gostou do nosso artigo, correto? Aproveite para deixar seu comentário. Conte-nos suas dúvidas, sugestões ou experiências sobre o assunto. Vamos lá!